Veículos de comunicação abordam o alto índice de cesáreas no Brasil


É maravilhoso ver que questionamentos que ficam normalmente entre a minoria da população estejam cada vez mais presentes nos meios de comunicação em massa.
Há algum tempo, portais, sites e até mesmo a televisão tem colocado em pauta discussões como a via de parto. E deveriam mesmo.  Deveriam ter feito isso há mais tempo, quanto a curva crescente de cesareanas desenfreadas começou a assolar nosso país.
Não sou contra as cesareanas, desde que elas sejam bem indicadas. O que me incomoda absurdamente são as cesareas enfiadas goela abaixo, por motivos descabidos à mulheres que não tem informação suficiente para argumentar o prognóstico.
Essa semana saiu uma matéria completa, escrita por obstetras humanizados no portal IG: “Quando é necessário fazer cesariana?” –  http://delas.ig.com.br/filhos/quando+e+necessario+fazer+cesariana/n1237980108366.html, colocando de forma bem clara os principais motivos alegados pela maioria dos médicos para convencer uma gestante a entrar na faca.
Apesar de bem completa, ainda tem alguns itens desta matéria que eu questiono, mas enfim, já é um grande avanço…
Deixo aqui meus parabéns aos que escrevem e aos que publicam questionamentos contra o que a maioria pensa ou acha. Deixo aqui meu apelo às autoridades, aos demais meios de comunicação e a todos que são formadores de opinião para abrirem os olhos, a mente e o coração, e fazer parte desta corrente por um Brasil que ofereça dignidade de nascimento aos seus.
🙂


Sobre Gisele Leal

- Acompanhamento da Gestação - Preparação para o parto (individualmente ou em grupos) - Consultoria para a escolha de profissionais e locais de parto - Elaboração do Plano de Parto - Dia da Despedida da barriga, barriga de gesso - Acompanhamento do Trabalho de Parto, Parto e Pós-parto imediato - Assistência ao Parto e puerpério - Consultoria em Aleitamento Materno - Fotos do parto, da família e da gestante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *