O universo feminino está em luto. 13


Na tarde de ontem, faleceu uma jovem mãe após um mês na UTI. O motivo?  Trombose no intestino. Uma complicação que não foi percebida, após uma cesárea eletiva.

O obstetra de confiança dela, a convenceu de que era necessária uma cesárea devido ao cordão do bebê estar enrolado em seu pescocinho, o que segundo ele, seria fatal. A cesárea foi agendada e lá foi ela. Nem teve tempo para curtir seu bebê.

(Veja aqui a lista de “falsas” indicações para cesárea.)

Alguns poderão dizer: Mas ela não morreu da cesárea.  Sim, pode ser. Mas se o médico dela não tivesse indicado a cesárea por circular de cordão, essa mulher teria percebido as dores da trombose e talvez estivesse viva hoje. Se a trombose foi ou não causada por falha no procedimento obstétrico eu não sei. Mas sabemos que a cesárea é uma cirurgia de grande porte e que tem de 3 a 4 vezes mais riscos de morte para mãe/bebê do que um parto normal.

É por esse tipo de resultado e também por outros motivos, que eu não acompanho cesáreas eletivas em mulheres e bebês saudáveis. Não posso compactuar com um sistema que subjuga a mulher, seu corpo e a faz acreditar que o parto normal é algo perigoso, horrendo e a convence que uma cirurgia de grande porte é mais saudável e mais segura.

Sim, sabemos que há muita violência obstétrica no atendimento ao parto normal. Mas a cesárea eletiva também é uma bruta violência com mãe e bebê. Então cabe a cada um de nós, exigir nossos direitos e denunciar toda e qualquer violência obstétrica.

Mulheres, deixo aqui meu apelo. Se informem dos riscos, se empoderem, procurem uma equipe que respeite você, seu bebê e seu corpo nesse momento tão especial.

Vote em nosso blog!! Faltam poucos dias! Vamos divulgar a nossa causa!

Sobre Gisele Leal

- Acompanhamento da Gestação - Preparação para o parto (individualmente ou em grupos) - Consultoria para a escolha de profissionais e locais de parto - Elaboração do Plano de Parto - Dia da Despedida da barriga, barriga de gesso - Acompanhamento do Trabalho de Parto, Parto e Pós-parto imediato - Assistência ao Parto e puerpério - Consultoria em Aleitamento Materno - Fotos do parto, da família e da gestante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 pensamentos em “O universo feminino está em luto.

  • aparecida alves de oliveira

    toda mae deve tenta ate o ultimo instante ter um filho normal entro ten que sai e real eu tive e teria de novo com certeza..

  • Ale Frazão

    Bom, como ela mesma disse no texto acima, ela não sabe um monte de coisas, e de “se” e de “talvez” a vida não anda. Cesárias bem sucedidas têm de quilo no mundo inteiro e não querer sofrer horrores durante um parto também é direito da mãe. Não esqueçamos também das milhares de crianças que morreram ou ficaram com sequelas, pois as mães e os médicos ficaram esperando entrar em trabalho de parto. Que lindo, né!

    • Jen

      “Sofrer horrores” no trabalho de parto é super relativo, e para dor existe analgesia. É muito mais indicado um parto normal, com analgesia, do que uma cesárea limpinha vapt vupt “sem dor” com 40 dias de recuperação. Tanto pra mãe quanto pro bebê. Os riscos de uma cesárea pros dois é muito maior que um parto normal. Não se trata apenas do querer da mãe sobre o corpo dela mesma, mas também do querer da mãe sobre a vida de um novo ser que sequer pode apelar e pedir pelo seu melhor.
      O fato é que as mulheres tem se deixado tanto nas mãos dos médicos, que dizem que elas são incapazes de aguentar a dor, que são incapazes de parir “porque não tem passagem, porque o bebê é grande, porque porque porque…” que a relação de poder dos médicos sobre o corpo delas virou uma praga na assistencia ao parto. O que devia ser fisiológico, virou uma doença…

    • Alaya

      Toda semana mulheres morrem em partos hospitalares. Todas as semanas bebês morrem em decorrência de cesáreas mal indicadas (na verdade sem indicação médica).
      Estudos científicos com meta-análises de mais de 600mil partos já atestaram a segurança do parto em casa bem assistido.
      Se informe antes de falar bobagem, esse argumento ja está batido

  • Nathalie

    Direito da mãe é ter ACESSO às informações REAIS acerca de seu próprio parto e não ser enganada com desculpas médicas para um cesárea.
    Para quem não sabe, a cesárea é uma cirurgia de risco que deveria ser prescrita para aquelas, e somente aquelas com reais necessidades de tal.
    E se engana quem fala sobre a dor ou a “não-dor” do parto e cesárea. O Pós- operatorio é extremamente perigoso (por conta de infecções e afins) e doloroso. Falo por experiencia própria.
    Claro que a mulher tem o DIREITO à escolha, mas que seja à escolha CONSCIENTE e não essa história que contam na novela sobre a gravidez e o parto.
    Adoram meter medo em todas as mulheres mas se esquecem que o parto é dela.

  • Ana

    Quando as pessoas vão acordar e perceber que cesaria é uma CIRURGIA de grande porte e não deveria se realizada sem indicação real. São cortadas 7 Camadas de pele, fora o útero que também é retalhado. É um absurdo, seria como vc fazer uma cirurgia para prisão de ventre, sendo que existes mil e outras formas para eliminar o problema.
    Muitos morrem em decorrência de Cesarias desnecessárias. Bebes extraídos do útero fora do tempo que sofrem na UTI. Pessoas, informem-se, sejam menos egoístas e não façam escolhas por comodidade. Pensem primeiramente noque é melhor para o bebe, como ele fica nessa historia?

  • Eduarda

    olha, pra mim isso de a cesárea ser perigosa é muito novo, pois eu já passei pelo parto e pela cesárea e prefiro a cesárea, pois eu não sofri. acontece que a mentalidade dos obstetras que estão ao nosso alcance não permitem que tu tenhas um parto normal saudável e sem dor insuportável, tudo que tem sido pregado por aí é muito lindinho, mas a realidade do sistema único de saúde é bem outra e é onde nascem a maioria desses brasileirinhos…enquanto não houverem políticas que sejam realmente realizadas e não só artigos academicos que DIZEM ser seguidos, essa realidade não vai mudar!